Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Monstras

Comfort food #1 Lasanha de atum à la Monstra

Quanto a vocês não sei, mas nesta altura do ano gosto sempre de fazer comidinhas bem quentinhas e que aromatizem a casa com aquele cheirinho a comida caseira. Hummm... Tão bom!

Lá em casa o forno é rei e está quase sempre a bombar nestes dias: quiches, empadas, legumes assados, gratinados em grandes travessas e assados de peixe e de carne. Já para não falar dos bolos, que não sou tão fã e não tenho tanto jeito para os fazer, mas que são sempre bem-vindos mesmo que saiam mais mirrados (não há nada como o charme de um bolo desfeito, é meio a atirar para uma cena gourmet).

 

Em homenagem à boa comida, vamos iniciar a rúbrica de outono/inverno “Comfort Food” começando já pela estrela dos jantares de amigos – a lasanha de atum. Um sucesso comprovado e aprovado por várias pessoas e replicado por outras tantas.

 

Então cá vai ela:

 

lasanha de atum.jpg

 

Ingredientes:

- 2 a 3 dentes de alho;

- 2 cebolas pequenas cebola;

- 1 colher de sopa de azeite;

- 4 a 5 tomates maduros ou 1 lata de tomate pelado;

- 2 latas por pessoa (das pequenas) OU 1 lata por pessoa (das grandes) de atum em água;

- 1 curgete;

- 200g de cogumelos frescos;

- vinho branco q.b.;

- alho em pó q.b.;

- pimenta q.b.;

- orégãos q.b.;

- sal (só no fim se for necessário);

- placas de lasanha frescas;

- molho bechamel (faço sempre o da bimby);

- queijo ralado (parmesão de preferência).

 

Como fazer?

  1. Faz-se o refogado normalmente e acrescenta-se o tomate com os orégãos, o alho em pó e a pimenta.
  2. Deixa-se apurar bem e depois deita-se a curgete picadinha e rega-se com o vinho. Apurar mais um pouco e depois deita-se o atum e os cogumelos.
  3. Mexer bem e verificar se é necessário mais vinho (convém ficar com um pouco de molho, mas não esquecer que os cogumelos também deitam água). É importante que o preparado fique tipo uma “papa” para o atum ficar completamente desfeito e cozinhado, juntamente com a curgete.
  4. Retificar os temperos e começar a fazer o bechamel.
  5. Num pirex colocar as camadas de bechamel, placa, atum, placa, bechamel, e por aí fora.
  6. Terminar com bechamel e queijo ralado e levar a gratinar.

 

Dicas:

- azeitonas (opcional) – às vezes misturo no preparado do atum e fica muito bom (têm de ser sem caroço)

- espinafres (opcional) – pode ser 1 pacote daqueles já lavados, e põem-se crus quando se está a fazer as camadas (em cima do atum) – mas atenção que vão libertar água, por isso pode ficar mais aguado e demorar mais tempo a gratinar. Em alternativa também se pode colocar no preparado do atum.

- manjericão (opcional) – fica ótimo juntamente com a última camada de queijo. Quando tenho, ponho sempre.

 

Bom apetite!

 

Monstra S.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.